Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Palácio Aberto sobre Consciência Negra vai ao ar na TVE neste sábado, dia 13

Publicação:

10 11 2021   Palácio Aberto aborda o tema consciência negra 25
Tema ganha destaque neste mês porque 20 de novembro é o Dia Nacional da Consciência Negra - Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

O Palácio Aberto reuniu convidados para abordar o tema Consciência Negra. O programa, produzido pela Secretaria de Comunicação (Secom), irá ao ar na TVE neste sábado (13/11), às 21h30. O assunto ganha destaque neste mês porque 20 de novembro é o Dia Nacional da Consciência Negra. A data faz referência à morte de Zumbi dos Palmares, em 1695, líder do Quilombo dos Palmares e um símbolo da luta contra a escravidão.

10 11 2021   Palácio Aberto aborda o tema consciência negra 5
Maria Cristina Santos, fundadora da organização de mulheres negras Maria Mulher - Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini
10 11 2021   Palácio Aberto aborda o tema consciência negra 8
Jailson Barbosa, ativista da pauta racial - Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini
10 11 2021   Palácio Aberto aborda o tema consciência negra 15
Vander Duarte, professor de História e pesquisador da cultura afro-brasileira - Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini
10 11 2021   Palácio Aberto aborda o tema consciência negra 4
Programa é apresentado pela jornalista Nara Sarmento - Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

Em 2021, o movimento da Consciência Negra completa 50 anos. Começou no Rio Grande do Sul, em 1971, quando foi estabelecido o 20 de novembro como uma data para marcar o fortalecimento das referências históricas da cultura negra no Brasil.

Os negros representam a maioria da população brasileira. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 56,1% dos brasileiros se declaram negros, grupo que reúne pretos e pardos. Mas entre as pessoas na faixa etária entre 15 e 24 anos que frequentavam o ensino superior em 2020, apenas 12,8% eram negros.

Esse é apenas um dos dados que escancara as marcas deixadas pela escravidão e a marginalização que o a população negra sofreu, mesmo mais de 130 anos após a abolição. A reflexão sobre esse problema e a luta contra o racismo fazem parte do objetivo do Dia da Consciência Negra, que pautou a quinta edição do Palácio Aberto.

No programa conduzido pela jornalista Nara Sarmento participam a bióloga Maria Cristina Santos, fundadora da organização de mulheres negras Maria Mulher; Jailson Barbosa, assessor de Políticas Públicas na prefeitura de Novo Hamburgo e ativista da pauta racial; e o professor de História e pesquisador da cultura afro-brasileira, Vander Duarte.

A gravação foi ambientada no Salão Negrinho do Pastoreio, o principal do Palácio Piratini. Após a exibição no sábado, o programa será reprisado pela TVE no domingo, às 14h e às 23h45. O conteúdo também será disponibilizado no canal do governo do Rio Grande do Sul no Youtube.

O Palácio Aberto foi idealizado com o objetivo de abordar temas de interesse da sociedade tendo como cenário o Piratini, que completou 100 anos em 2021. A primeira edição, ambientada no Salão Alberto Pasqualini, teve como tema a Luta pela Democracia e foi conduzida pelo governador Eduardo Leite e pela secretária de Comunicação, Tânia Moreira.

O segundo programa, gravado nos jardins do palácio, abordou a campanha do Outubro Rosa, o terceiro, gravado no Salão Negrinho do Pastoreio, analisou os hábitos da “nova terceira idade”, e a quarta edição trouxe especialistas para analisar a violência doméstica contra as mulheres.

Texto: Thamíris Mondin
Edição: Marcelo Flach/Secom

Mais notícias

Secretaria de Comunicação do Estado do Rio Grande do Sul